Secretário diz que Graça foi liberada por insistência de dirigentes

O secretário de Juventude, Esporte e Lazer de João Pessoa, Sérgio Meira, comentou hoje a sofrível exposição do Estádio da Graça no programa Fantástico, da Rede Globo, na noite de ontem. As más condições do gramado teriam levado a contusões em vários jogadores que entraram em campo na partida disputada ontem por Auto Esporte e Santa Cruz. Para o secretário, a culpa cabe aos dirigentes dos times, que teriam insistido para usar a estrutura, mesmo tendo sido avisados antecipadamente que não havia condições para a realização do jogo.
 
"A liberação do gramado não cabe à secretaria. Não definimos mando de campo no estádio da Graça. Na sexta-feira, conversamos com os representantes do Auto Esporte e do Santa Cruz que foram vistoriar o gramado e alertei que ele não estava 100% porque houve atraso no fornecimento do gramado e só há 10 dias ele foi colocado. No fim da tarde, não conseguiram outro estádio, e pediram que houvesse um jeito para liberar a Graça. Eu disse que eles ficassem à vontade, mas que a responsabilidade era deles. Eu liberei o estádio para a partida. Mas, fiquei surpreso porque os mesmos dirigentes que pediram para eu liberar a Graça, passaram a falar mal. Eu não vi nenhuma substituição por contusão, mas os dirigentes estão dizendo…", disse Sérgio à rádio Arapuan FM.
 
Ele acrescentou que o Estádio da Graça está interditado, temporariamente, depois do incidente de ontem: "Só vamos abrir depois da grama estar 100% para a prática do futebol. Até lá, está interditado".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.