Secretário diz que descentralização das eleições do PT prejudica votação

O secretário de Transparência Municipal, Antonio Barbosa, denunciou hoje que a Executiva Municipal do PT (Partido dos Trabalhadores) aprovou a descentralização do processo eleitoral do Diretório de João Pessoa com o objetivo de desmobilizar a militância favorável as candidaturas dele (ao Diretório da Capital) e a do deputado federal Luiz Couto (candidato a presidente da direção estadual do PT).

Antonio Barbosa não criticou o mérito da decisão da Executiva. “É uma medida correta, mas desde o momento em que haja um critério lógico e não uma possível armação, como nos parece estar acontecendo”, disse. O motivo da ira do secretário está na transferência de local de votação dos militantes do bairro de Mandacaru, que terão que se deslocar para o bairro de Pedro Gondim para poder votar nas eleições.

Segundo o secretário, Mandacaru é um colégio eleitoral considerado da base dele e de Luiz Couto, com aproximadamente 400 militantes. No Pedro Gondim, há cerca de 30 militantes aptos a votar, de acordo com Antonio Barbosa. “Em Mandacaru temos pelo menos cincos escolas públicas que poderiam servir para as eleições. Ao contrário do Pedro Gondim, que só tem uma e onde será a votação”, criticou.

A decisão discrimina a militância do PT em Mandacaru, segundo o secretário, “além de dificultar a ida dos militantes até a zona de votação. Essa medida pune nossos militantes e prejudica a nossa candidatura”, enfatizou Antonio Barbosa. Mesmo assim, ele está confiante na mássica participação dos petistas que apoiam a candidatura. “Essa decisão absurda só nos dá mais força para vencer as eleições”, afirmou. 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.