Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Saúde recomenda que municípios reforcem vacinação das crianças de até um ano de idade

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Secretaria de Estado da Saúde (SES) recomenda às Secretarias Municipais de Saúde que reforcem a vacinação das crianças de até um ano de idade. Considerando as metas preconizadas pelo Programa Nacional de Imunizações (PNI), que são de 90% para Rotavírus e BCG e 95% para as demais vacinas do Calendário Nacional de Vacinação da Criança, só 12 municípios atingiram todas as metas.

De acordo com a secretária de Saúde da Paraíba, Renata Nóbrega, os resultados parciais de 2022 reafirmam a necessidade de incrementar ações preventivas básicas e do planejamento local para o alcance das coberturas vacinais. Os dados apresentados demonstram que são baixas as proporções de crianças vacinadas na faixa etária de maior risco para as doenças imunopreveníveis. Dos 223 municípios, os 12 que atingiram todas as coberturas vacinais são: Sertãozinho, Algodão de Jandaíra, Olivedos, Gurjão, Zabelê, Areia de Baraúnas, Coremas, São José de Caiana, Bernardino Batista, Poço Dantas, Aparecida e Curral Velho.

Renata Nóbrega pontua que, embora a Paraíba tenha sido o primeiro estado a alcançar a meta durante a campanha contra a poliomielite, as outras vacinas de rotina estão com a cobertura baixa, não atingindo nem 50% em alguns municípios.

“Podemos destacar algumas propostas que favorecem o alcance das metas preconizadas pelo PNI como estender a abertura dos postos de saúde para além do horário comercial, ou aproveitar a ida das crianças aos postos de saúde por outros motivos, como consultas, para realizar a vacina e checar se existem outras vacinas em atraso no calendário. E também fazer busca ativa de crianças e adolescentes, além de garantir a vacinação do público de difícil acesso disponibilizando transporte, equipe e materiais necessários”, destaca.

A secretária ressalta que cada município dispõe de autonomia para definir as estratégias de divulgação e ampliação do acesso que melhor encaixe na realidade e necessidade de sua população. E chama a atenção também para as vacinas contra a Covid-19 que estão disponíveis para as crianças a partir de seis meses. Renata Nóbrega afirma que está sendo programado, junto aos municípios, a realização de um Dia D ainda em janeiro. Ela destaca que este é um movimento para incentivar a população a procurar as unidades de saúde e atualizar os cartões de vacinação da criança, já que é realizado sempre aos sábados.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Exaustão, sobrecarga… por que não reconhecemos os nossos limites?

‘Festa da Adoção’ tenta aproximar crianças e adolescentes de pessoas aptas a adotar

Presidente do PT é acusado de cometer etarismo contra Luiz Couto

Anteriores

edsonfachin

Ministro do STF decide arquivar ação contra reeleição antecipada de Adriano Galdino

Sodiê

Governo da Paraíba dispensa emissão de documentos fiscais em mercadorias doadas ao RS

lovina

MPF intervém e Prefeitura de Cabedelo demole obra ilegal de contenção marítima do Lovina

chuvasrs (1)

Com chuva forte, água sobe pelos bueiros e volta a inundar ruas em Porto Alegre

1af1367b-89e5-4e87-ae7e-586266147ed4

Paraíba participa da Campanha Nacional de Vacinação contra a Poliomielite a partir de segunda

tourinho1 (1)

APCA homenageia imprensa da Paraíba com a Comenda Acadêmico Mário Tourinho

Poste, batida

Paraíba registra 242 colisões em postes este ano; João Pessoa e Campina lideram

Lixão a céu aberto

Prefeitura de Catolé do Rocha deve pagar indenização por lixão a céu aberto

Luciano Cartaxo 3

Luciano Cartaxo tem alta e deixa hospital em João Pessoa

PF operação

Operação da PF mira empresas clandestinas de segurança privada