Sarmento deixa TRE hoje, quando se julgam ações contra Batinga e Guilherme

As ações que pedem a cassação dos mandatos dos deputados estaduais Guilherme Almeida e Carlos Batinga, ambos no PSC, voltam hoje à pauta do Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba. Os processos em que são acusados de infidelidade partidária têm o mesmo relator: o juiz Carlos Sarmento, cujo biênio termina hoje. A continuidade da análise dos casos se dá com a apresentação do voto vista do juiz Carlos Neves da Franca, mas caso haja outro pedido de vista na sessão de hoje a tramitação sofreria um considerável atraso, já que seria necessário redistribuir os processos a outro relator.

Na sessão do último dia 26, foram rejeitadas as preliminares de decadência e de falta de desenvolvimento válido e regular dos processos. O advogado Ricardo Sérvulo fez a sustentação oral do PSB, enquanto que Gabriela Rollemberg falou em nome dos deputados e Michel Saliba pelo PSC.

Os deputados alegam que foram perseguidos pelo PSB e que o partido teria mudado radicalmente seu posicionamento político ao celebrar composição com o DEM e PSDB e decidir disputar o Governo do Estado com candidato próprio.

O partido, contudo, sustenta que não houve motivação para que os parlamentares se desfiliassem e atribui essa saída ao fato deles defenderem a candidatura de José Maranhão à reeleição.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.