Sargento Dênis deve, não nega, mas paga quando puder

Mafalda Moura

O Secretário Executivo de Cidadania e da Administração Penitenciária, Sargento Dênis Soares (PV) revelou ter conversado com os fornecedores de alimentos do Estado para tentar negociar o débito e não faltar suprimentos para os presos. Segundo ele, em Campina Grande e João Pessoa a situação é alarmante.
 
– Garantimos aos fornecedores que vamos honrar as dívidas, mas não sabemos como nem quanto tempo vai demorar. Mas precisamos da colaboração deles, para garantir o mínimo para os presos que não podem ir para casa almoçar. Nós precisamos garantir é a alimentação. No sertão, a situação está razoável, mas João Pessoa e Campina Grande estão dando mais preocupação, pois é onde tem mais efervescência dentro dos presídios.
 
A dívida, estimada em R$ 9 milhões assusta o secretário que brinca, mas diz acreditar em mudanças positivas em 2011.
 
– Eu brinquei lá em casa ontem e comentei que nunca passei um ano tão endividado. Mas, nós vamos ter uma grande mudança no estado, vamos resolver esses pepinos todos. Aracilba [Rocha] vai nos ajudar, Ricardo [Coutinho] disse que vai honrar, mesmo a dívida não sendo dele e isso nos tranquilizou. Só queremos que os fornecedores acreditem no nosso governo.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.