Santiago lamenta falecimento do jurista Yanko Cirilo

O presidente regional do PTB paraibano, ex-senador Wilson Santiago, disse lamentar, profundamente, o falecimento do jurista e professor universitário Yanko Cirilo, salientando o cabedal de conhecimento de que ele era possuidor.
 
O ilustre paraibano, que contava 84 anos, faleceu na madrugada desta quinta-feira (27), de infarto fulminante, em João Pessoa, e era respeitado e admirado, principalmente, por estudiosos da Filosofia e do Direito, não apenas pelo conteúdo de sua formação intelectual, mas, também, pela facilidade com que verbalizava seu conhecimento.
 
Para Wilson Santiago – que é advogado (defensor Público) -, em que pese a longeva existência do falecido, a ausência de Yanko Cirilo, nesses círculos da inteligência e cultura da Paraíba, vai causar grandes prejuízos à comunidade estudiosa de João Pessoa, em particular, em razão da interatividade que ele mantinha, sobretudo, com os meios jurídico e universitário. “Em compensação, o dr. Yanko deixa-nos todo um imorredouro legado de experiência de vida, com profunda mensagem filosófica, nos muitos livros que escreveu”, enfatiza o ex-senador paraibano.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.