Santiago garante que ficará com Cássio no segundo turno

O candidato ao Senado Federal, Wilson Santiago (PTB), foi um dos destaques na entrevista coletiva concedida na tarde de hoje pelo candidato do PSDB ao Governo, Cássio Cunha Lima, no auditório da Asplan, no Centro de João Pessoa. O petebista foi indagado a respeito de uma suposta insatisfação com o tucano, mas negou que exista qualquer farpa e garantiu que estará ao lado de Cássio no segundo turno:
 
"Fiquei feliz com a eleição. Só não fiquei mais feliz porque não foi tão favorável quanto esperávamos. João Pessoa pesou muito porque a máquina da prefeitura foi usada. Mas, quero dizer que vou ajudar Cássio nesse segundo turno, contribuindo para que a Paraíba tenha um futuro melhor. Não recebi ligação de Ricardo Coutinho, mas se ele ligar, eu atendo. Mas, minha decisão é uma só: de votar em Cássio. Não sou de mudar de lado a toda hora. Fiquei no PMDB por 20 anos, o partido perdeu muitas eleições e até para Cássio e eu permaneci no partido", disse Santiago. 
 
Já o candidato do PSDB ao Governo confirmou que sua estratégia para o segundo turno será de tentar atrair para si as lideranças da oposição que até agora ainda não se aglutinaram ao seu projeto de governo.
 
"Tenho uma praxe de ligar para aliados e adversários depois das eleições. Ontem, eu liguei para o Major Fábio. Tentei falar com Tárcio, Vital e Radical, mas não consegui. Mas, cumprimentei Maranhão e conversei com alguns deputados da minha coligação e de outras. Vamos tentar, sim, buscar um mecanismo de unidade das oposições para consolidar nosso projeto no segundo turno", afirmou Cássio Cunha Lima.
 
Cícero – Ao ser questionado a respeito do senador Cícero Lucen e se esperava o retorno do ex-aliado ao seu bloco político, Cássio afirmou que respeita o distanciamento do parlamentar:
 
Eu não converso com Cícero já faz algum tempo e tenho respeitado a posição externada por ele no primeiro turno. Mas, o apoio dele seria bem-vindo. Vamos procurar somar com todas as forças. Cícero já se manifestou publicamente, temos um ponto de convergência indissolúvel que é a candidatura de Aécio, mas respeito a posição de Cícero sobre as eleições. Considero Cícero como um homem público qualificado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.