Sandra desafia Eliza a debater com prostitutas na Câmara

Cláudia Carvalho

Como repercussão à discussão que aconteceu ontem na Câmara Municipal de João Pessoa, o tema prostituição continuou dominando os debates. As protagonistas da polêmica também permaneceram as mesmas. Hoje, Sandra Marrocos (PSB) lançou um desafio a Eliza Virgínia (PPS). Ela quer incluir a parlamentar evangélica na discussão que está agendada para acontecer durante uma sessão especial às 15 horas da próxima segunda-feira, 8. O tema do debate será a situação das profissionais do sexo na capital paraibana.

"Demos entrada em um requerimento para ter uma sessão especial e eu faço um desafio para que Eliza Virgínia venha discutir políticas políticas que garantam a integridade, visibilidade e não violência contra essas mulheres que estão à margem da sociedade", disse Sandra Marrocos, que criticou as declarações de Eliza contra o apoio dado pela Prefeitura e empresas privadas às festividades do Dia Internacional da Prostituta, realizadas ontem na Rua da Areia: "Foram muitos os equívocos de Eliza. Ela acusou as instituições que financiam programas com prostitutas de serem ligadas a cafetões. Isso é uma acusação grave. Ela peca quando diz que quer tirar essas mulheres das ruas. Nós temos que empoderar essas mulheres que desejem sair das ruas. Se elas não desejarem, que tenham uma profissão com dignidade e respeito".

Eliza Virgínia não se fez de rogada e respondeu ao desafio: "Eu posso vir e ler novamente os 10 motivos para não legalização da profissão de prostituta no Brasil. Sou colega de Sandra, divergimos na ideologia, mas não existe agressão verbal. Admiro a força de Sandra Marrocos, mas divergimos em vários aspectos. Sou contra festa para as prostitutas. Eu quero políticas públicas para tira-las daquela vida".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.