Salomão Gadelha morre em acidente de carro no Sertão

O ex-prefeito de Sousa, Salomão Gadelha (PMDB), morreu em um acidente automobilístico registrado por volta das 18h00 a cerca de 5 quilômetros de Pombal, mas especificamente no KM 398 da BR 230, entre Pombal e São Bentinho. As informações preliminares repassadas pela imprensa local tomaram como base o relato feito pelo Sargento Santos, da Polícia Militar, que esteve no local da batida. Segundo ele, Salomão viajava em um Astra cinza e teria colidido frontalmente com uma caminhonete L200 do Ibama.

O carro do ex-prefeito invadiu a faixa contrária numa área de subida. Na caminhonete estavam quatro agentes do Ibama, que contaram ter avistado o veículo de Salomão, já descontrolado, assim que empreenderam a descida. A L200 capotou depois de bater de frente com o Astra, mas nenhum dos agentes ficou seriamente ferido. No carro de Salomão, o banco do motorista foi arrancado para trás e o cadáver do ex-prefeito ficou sobre o banco traseiro do veículo.

Quando chegaram no local, os agentes da Polícia Rodoviária Federal encontraram o ex-prefeito no interior do veículo, já sem vida. O corpo, que não estava preso nas ferragens, foi retirado e encaminhado para o Hospital Regional de Pombal.

A Polícia Rodoviária Federal não conseguiu descobrir a causa principal que levou a provocar o acidente. Supõe-se que a vítima teve um mal súbito ou cochilou no volante.

Na camioneta que viajavam quatro funcionários do IBAMA, apenas dois, o motorista Fábio Andrade Diniz, 44 anos, e o passageiro Walber Feijó de Oliveira, 33 anos, sofreram ferimentos leves.

Ainda segundo as informações preliminares, Salomão estaria viajando sozinho de João Pessoa para Sousa, onde iria participar de um simpósio no campus da UFCG. Em dezembro, ele pretendia promover um evento denominado "Festival do Petróleo".

Nesta sexta-feira, 26, a Câmara Municipal de Sousa havia agendado a apreciação das contas de Salomão Gadelha referentes ao exercício de 2008. O processo foi rejeitado pelo Tribunal de Contas do Estado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.