Sales Gaudêncio é novamente convocado para explicar demissões

Com a aprovação de requerimento apresentado pelo deputado estadual Dunga Júnior (PTB), a Assembleia Legislativa do Estado vai realizar na próxima terça-feira (12/05), as 9 horas da manhã, uma audiência pública com a presença do secretário de Estado da Educação Sales Gaudêncio. Em pauta, as denúncias de que professores e prestadores de serviços em escolas públicas na microrregião do Cariri estariam sendo demitidos sem receber os salários do mês de abril. 
Se confirmada, esta será a segunda vez que Sales Gaudêncio atende a convite feito pela Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para tratar sobre o tema da dispensa de pessoal nas escolas da rede pública estadual de ensino. No debate anterior, o secretário garantiu que mesmo com a mudança no governo do Estado, nenhum servidor seria demitido.
Apesar disso, o deputado Dunga Júnior denunciou nesta terça-feira (05/05) que 12 professores e servidores da Escola Estadual de Alcantil teriam sido mandados embora pela atual diretora e ainda teriam saído sem receber salário.
“Esta na hora do secretário voltar a esta Casa para dar explicações. Se a palavra dele não está sendo ouvida pelos gestores das escolas, não podemos permitir o calote a estes funcionários. A Paraíba não merece este tratamento. Um trabalhador que cumpriu sua jornada de trabalho não pode ficar sem receber a remuneração no final do mês”, considerou.
A situação dos estudantes da rede estadual de ensino que estão sendo prejudicados devido a falta de convênios entre as prefeituras e o Governo do Estado também será discutida durante a audiência pública com o secretário Sales Gaudêncio. “Não podemos permitir que estes alunos corram o risco de perder o ano letivo por não terem como ir à sala de aula”, pontuou o deputado Dunga Júnior que afirma que o problema estaria sendo enfrentado por aproximadamente 100 municípios paraibanos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.