Ruy garante R$ 1,3 milhão para a luta contra coronavírus em João Pessoa

Empenhado na luta para conter a proliferação do coronavírus, o deputado federal Ruy Carneiro conseguiu garantir a liberação, com urgência, de R$ 1,3 milhão para a Prefeitura de João Pessoa. O dinheiro poderá ser utilizado na compra de máscaras, medicamentos, álcool em gel, testes rápidos, equipamentos como os respiradores e também na contratação de pessoal especializado.

Os recursos são parte de uma emenda parlamentar individual de Ruy e devem chegar ao município em quinze dias. Segundo o deputado, a liberação emergencial se destina exclusivamente a gastos com a atenção à saúde da população no combate à Covid-19. “Esta liberação de recursos é uma ótima notícia porque, cada dia, nessa guerra, são muitas vidas que a gente pode salvar”, diz Ruy.

Os recursos podem também ajudar a prefeitura de João Pessoa no esforço para ampliar o número de leitos de urgência para os casos de coronavírus, inclusive na reabertura de dois hospitais, o antigo HTOP, em Tambiá, e o 13 de Maio, no Jardim 13 de Maio, que somam mais de 360 vagas à rede de saúde da capital.

“Precisamos somar esforços e ajudar a prefeitura nesta luta. É agir rápido, buscar soluções e seguir unidos para fortalecer os serviços de saúde e os cuidados com as pessoas”, ressalta Ruy.

1 comentário

  • Floriano Marques da Silva
    10:50

    * O BRASIL PEDE PARA OS POLÍTICOS TAMBÉM DAREM A SUA COTA DE SACRIFÍCIO:
    * R$ 2 bi do Fundo Eleitoral – para ser usado na saúde dos brasileiros.
    * R$ 15 bilhões do Orçamento Impositivo -, também seja usado na saúde pública ao invés dos políticos usarem na velha politicagem repleta de demagogia e promessas.
    * Redução permanente de 50% no salário de todos os políticos e assessores.
    * Redução permanente de no mínimo 30% no salário de todos os funcionários públicos no Brasil.
    * Redução permanente de 50% nas mordomias, regalias e privilégios de todos os políticos brasileiros.
    * Redução permanente de 50% no número de Vereadores, Deputados e Senadores e Assessores.
    * Demissão de todos os apadrinhados políticos que assumiram cargos públicos sem concurso.
    * Inclusão de todo os políticos no INSS e no SUS.
    * O Brasil quer que os Senadores, Deputados, Vereadores e os funcionários privilegiados também deem a sua cota permanente de contribuição nesse momento de grave crise Mundial.

Comentários