Rômulo minimiza crise com Cícero e revela reunião de Cássio com deputados

O deputado federal Rômulo Gouveia (PSDB) minimizou hoje o revelado distanciamento entre Cássio Cunha Lima e Cícero Lucena. O fato foi exposto pelo vereador Hervázio Bezerra, segundo o qual a falta de contato entre ambos é lamentável. Rômulo, contudo, disse que a ausência de telefonemas de Cássio a Cícero não representa crise: "Se Cássio não ligou para Cícero, será que Cícero ligou para Cássio. Não acho que haja crise e nem que isso seja importante. Se um colega fez essa queixa, acredito que ele não está contribuindo para a união de nosso partido", desconversou.

Em entrevista à Rede Paraíba Sat, Rômulo revelou ter sido convidado, assim como outros deputados federais para um encontro com Cássio Cunha Lima em Brasília, na semana que vem: "Nessa reunião, vamos ter oportunidade de debater vários assuntos. Eu já tenho uma posição definida. Voto em quem Cássio votar". Ele admitiu que se essa decisão for de apoio ao prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho, ele seguirá: "Acompanho o comando de Cássio, mas tenho que defender a nossa unidade. Acho importante a manutenção de uma aliança que vem dando certo", resumiu.

Finalmente, ele descartou a possibilidade de ingressar no PPS: "Não fiz consulta. Encontrei José Bernardino em Lucena e ele muito gentil me convidou para me filiar ao partido. Foi apenas um convite, mas eu não pretendo deixar o PSDB", declarou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.