Rômulo Gouveia lamenta “onda” para desestabilizar o PSD

O vice-governador da Paraíba e futuro presidente estadual do PSD, Rômulo Gouveia, foi o anfitrião de várias lideranças e do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, durante a solenidade realizada no auditório da Asplan, no Centro de João Pessoa, para o lançamento da nova legenda na capital paraibana. Durante a entrevista coletiva concedida no início da tarde, Rômulo declarou que há setores políticos na Paraíba agindo para desestabilizar o PSD:

– O PSD na Paraíba cresce e estamos oficializando mais de 130 diretórios municipais. Infelizmente, na Paraíba, temos sofrido onda forte tentando desestabilizar o partido. Não se joga pedra em árvore que não dá frutos. Como o partido está crescendo, está incomodando, mas a não temos craques, somos todos lideranças da Paraíba inteira.

Ao ser indagado sobre quem seriam os autores das ameaças ao PSD, Rômulo disse não

– Quem está tentando, não assume. Mas, plantam fatos que acontecem em Santa Catarina ou uma decisão inicial no Senado sobre futuras composições até porque o STF já decidiu pela não retroatividade, já que a reforma política vale para as próximas eleições, então isso. Ninguém teve a coragem de mostrar a cara, mas ficam reproduzindo matérias de outros Estados. Nosso trabalho é demonstrar que isso não existe! Diretamente, recebemos a solidariedade do senador Cássio Cunha Lima quando o PSDB admitiu tomar uma atitude contra o PSD. Mas, há tentativas de desestabilizar o PSD, mas isso não vai atrapalhar nosso crescimento.

Além de Rômulo e Kassab, compuseram a mesa a vereadora Raissa Lacerda, o secretário de Articulação Municipal, Manoel Ludgério, os deputados Edmilson Soares e Wilson Braga, além do prefeito de Santa Rita, Marcos Odilon e do ex-vice-governador José Lacerda Neto.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.