Romero Rodrigues diz que foi feita justiça à causa de Cássio Cunha Lima

O deputado federal Romero Rodrigues (PSDB/PB) discursou nesta quinta-feira, 24 de março, na Câmara dos Deputados, quando destacou a decisão do Supremo Tribunal Federal que permitiu que o ex-governador Cássio Cunha Lima, venha finalmente assumir cadeira no Senado Federal, para a qual foi eleito nas últimas eleições com mais de um milhão de votos.

Ele disse que louva a decisão do Supremo Tribunal Federal tomada na quarta-feira, 23 de março, de compreender os importantes avanços da Lei da Ficha Limpa, porém de decidir pela sua aplicação para as eleições de 2012. Segundo ele, respeitou-se o lógico, que são os princípios constitucionais.

O Supremo Tribunal Federal resolveu definitivamente o impasse criado nas eleições de 2010. Com a decisão, permitiu, no Brasil inteiro, que fosse validada a escolha que emanou da população brasileira.

Rodrigues assinalou que “a minha Paraíba amanheceu em estado de graça. Essa definição trouxe o referendo para a decisão da população paraibana. O senador Cássio Cunha Lima, nas eleições de 2010, recebeu a outorga da população paraibana com mais de 1 milhão de votos, sendo, portanto, o senador mais votado do Estado da Paraíba”.

Ele destacou que “o senador Cássio Cunha Lima que haverá de tomar posse, tem toda uma trajetória bonita, um exemplo público a ser seguido. Iniciou a sua trajetória nesta Casa, quando foi eleito deputado federal Constituinte dessa mesma Constituição que há poucos dias havia sido esquecida. Com a decisão de quarta-feira, voltam a prevalecer os preceitos constitucionais. Com o seu voto, naquela época, ajudou a elaborar a Constituição de 1988. Posteriormente, foi eleito prefeito da cidade de Campina Grande, depois deputado federal novamente, e por mais duas oportunidades Prefeito de Campina Grande”.

Assinalou que “veio a ser governador do Estado é super querido no Estado como um todo, principalmente na cidade de Campina Grande, onde, na condição de prefeito, deputado federal e governador realizou muito pelo Municípuio. Quando governador fez um belíssimo mandato, mas foi injustiçado e afastado do Governo exatamente na hora em que vivia o melhor momento da administração estadual, quando conseguiu êxito para o equilíbrio financeiro e fiscal do Estado, com o superávit primário e nominal. Portanto, louvo, mais uma vez, a decisão do Supremo Tribunal Federal”, finalizou.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.