Romero e Rômulo dizem que o Brasil vive em democracia e têm direito de criticar

O deputado federal Romero Rodrigues (PSDB/PB) e o presidente estadual do PSD, o vice-governador Rômulo Gouveia, diretamente de Brasília, distribuíram nota rebatendo os “duros ataques verbais, destemperados e carregados de ódio, proferidos pelo prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego, desferidos contra nós, e contra o senador Cássio Cunha Lima”.

Eles esclarecem que, durante os discursos proferidos na Convenção do PSDB, no último domingo, “não atacamos a honra pessoal de quem quer que seja, pois essa não é a nossa prática. Apenas discorremos sobre o descalabro administrativo que hoje impera em Campina Grande. Para quem prometia uma revolução administrativa, passados seis anos da administração das “Novas Ideias”, o que se vê na cidade hoje é o retrato do descaso: lixo, buraco, caos na saúde, greves do funcionalismo”

Acentuam que “como oposição que somos, temos o direito de questionar a administração municipal e mostrar os seus reconhecidos erros. Não intentamos contra a honra pessoal de ninguém, como o fez o prefeito Veneziano em seus conhecidos discursos, onde imperam a combinação de verborragia com baixo nível; Em todos os cargos executivos que ocupamos, seja de Presidente da Câmara Municipal de Campina Grande, da Assembleia Legislativa, ou de Secretário Municipal e Estadual, nunca tivemos contas reprovadas ou reprimendas por parte de quaisquer Tribunais”.

Ressaltam que “diferentemente do prefeito, que, conforme amplamente divulgado pela imprensa, a teor da Sentença proferida pelo Juiz da 16ª Zona Eleitoral de Campina Grande, os recursos que utilizamos em nossas campanhas, não foram oriundos de Cheque do Fundo Municipal de Saúde, mas de doadores legais e declarados; quanto à referência sobre milícias e bandidos que atuam em Campina Grande, nos referimos as prisões efetuadas pela Polícia Federal nas eleições de 2010, e que inclusive correm em segredo de justiça. Não citamos, até por não sermos levianos, ninguém. Se a carapuça serviu em alguém, a nós não cabe o julgamento, e sim a Justiça”.

Romero e Rômulo dizem que, “quanto ao líder Cássio Cunha Lima, senador da República eleito pela maioria esmagadora dos votos da Paraíba, tem por ocupação integral fazer o bem e trabalhar pelo progresso do nosso Estado. Mesmo sem assumir o seu legítimo mandato, lutou para trazer o Magazine Luiza para o nosso Estado, por uma filial da AACD para Campina Grande, pelo apoio integral à Escola Técnica Redentorista e pela APAE-CG, dentre tantas outras ações. Cássio, quando prefeito, foi um dos grandes responsáveis pelas mudanças ocorridas em Campina Grande, melhorando a qualidade de vida de seu povo e isso já foi reconhecido por suas sucessivas vitórias nas urnas. Afinal, o julgamento das urnas é soberano”.

Finalizando salientam que, “é esse julgamento, o julgamento do povo, que as oposições unidas esperam receber em 2012. Será o fim de um ciclo de atraso e o recomeço do progresso e do desenvolvimento de nossa querida Campina Grande”.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.