Rodrigo Soares tenta frear migração de deputados petistas para Ricardo

O presidente estadual do PT da Paraíba, Rodrigo Soares, disse hoje que a reunião agendada para o dia 11 deste mês com a executiva estadual não deve abordar a tese especulada de composição do partido com o PSB do governador eleito, Ricardo Coutinho (PSB). A declaração de Rodrigo também pode ser interpretada como uma tentativa de frear a especulada vontade dos deputados estaduais eleitos de migrarem para o bloco de apoio ao PSB da Paraíba.

– O PT já tem posição. Numa eleição, você é convocado a ser oposição ou governo. O PT estava na chapa do PMDB. O PT é governo na Paraíba até 31 de dezembro. É preciso ser coerente com nossos eleitores. Desejamos muita sorte ao governador eleito, mas faremos oposição propositiva e vigilante. Se o eleitor quisesse o PT no Governo, teria votado em José Maranhão.

O dirigente petista se esquivou de falar sobre a atitude do vice-governador Luciano Cartaxo (PT) de facilitar a transição com seu sucessor, Rômulo Gouveia (PSDB):

– Quem tem que falar sobre isso é Luciano Cartaxo.

Finalmente, Rodrigo mandou um recado a eventuais dissidentes:

– É difícil manter a coerência, mas eu mantenho a minha.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.