Rodrigo Soares se recusa a comentar crítica de Luiz Couto

O silêncio foi a resposta dada pelo deputado estadual Rodrigo Soares (PT) ao comentário do federal Luiz Couto (PT) que se disse apunhalado pelas costas por causa da disputa entre ambos pela presidência do PT paraibano. Rodrigo, que foi assessor de Couto e hoje concorre com ele, disse que não vê problema no embate partidário, mas não quis comentar a mágoa do padre:

"Eu não vou comentar essa declaração em respeito ao Partido dos Trabalhadores. Esse tipo de comentário não ajuda no processo. Qualquer filiado pode colocar seu nome e concorrer à presidência do PT. Couto é um grande companheiro e pretendo conversar com ele sobre essas questões relativas ao PED. Eu não sou candidato contra ninguém, mas a favor das ideias em que eu acredito", declarou Rodrigo.

A eleição para a presidência do PT acontece no dia 22 de novembro, das 9 às 17.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.