Rodrigo Soares admite não concorrer a cargos eletivos em 2010

Paulo de Pádua

O deputado Rodrigo Soares, recém-eleito presidente estadual do PT, admitiu hoje a possibilidade de não disputar qualquer cargo eletivo nas eleições do próximo ano. Ele explicou que está preocupado, exclusivamente, agora em colocar o partido nos trilhos do crescimento e fortalecimento. “Uma coisa é certa, e eu já decidi. Não retorno mais à Assembleia Legislativa”, afirmou.

Rodrigo Soares informou que, a partir de sua eleição para a Presidência do PT da Paraíba, vem trabalhando pela unidade das tendências internas, mesmo aquelas que foram contrárias à sua candidatura. “Não interessa para mim quem foi a favor ou contra. O importante é que a gente trabalhe pelo fortalecimento e união da legenda”, declarou.

Com relação ao quadro partidário, ele avaliou que o partido tem grandes nomes para compor a chapa federal, estadual e majoritária. “Vamos discutir e avaliar nomes. Conversar com a militância”, disse. Rodrigo informou que a eleição para a escolha dos membros da Executiva e do Diretório Estadual vai acontecer no dia 28 de janeiro do próximo ano. “Serão escolhidos companheiros de tradição, militantes, dos movimentos sociais e pessoas com disponibilidade para fazer o partido crescer”, acrescentou.

Saída de Hildevânio – Sobre a saída de Hildevânio Macêdo da Secretaria de Desenvolvimento Urbano (Sedurb) do Município, Soares comentou apenas que não sabia o motivo da exoneração do petista do órgão. “Tentei falar várias vezes com ele (Hildevânio) mas não consegui. Quero acreditar que a posição dele de apoiar minha candidatura não tenha sido o motivo de sua saída da pasta. Ele vinha fazendo um bom trabalho”, disse. 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.