Rodrigo faz corpo a corpo na reta final do PED e recebe adesões

Na reta final pela disputa da da presidência do Partido dos Trabalhadores da Paraíba, o presidenciável ao Diretório Estadual, Rodrigo Soares, percorreu cerca de 10 cidades do Estado para reforçar os apoios já firmados e conquistar outros. Segundo o deputado, nas cidades em que ele fez corpo a corpo a receptividade a sua candidatura foi exitosa.

Rodrigo Soares disse que para que o projeto do PT tenha continuidade é necessário fazer do Processo de Eleições Diretas um grande processo de acúmulos de forças, de construção da unidade partidária. “Nós não podemos deixar ninguém de fora, pois a riqueza do partido são os nossos filiados que estão nas 223 cidades do Estado.”

Ele lembrou das correntes que estão apoiando a sua candidatura e destacou vários representares do Diretório Nacional e destacou o  presidente nacional do PT, Ricardo Berzoini, que deixou claro que  nesse debate interno “quem esta contribuindo mais para o processo na Paraíba é o candidatura de Rodrigo Soares”.

Ao declarar apoio a Rodrigo, Berzoini destacou a militância e a atuação parlamentar do deputado  e disse que ele está preparado para assumir a direção do partido no Estado. “O deputado Rodrigo Soares é uma liderança jovem do PT, mas com muita experiência na vida partidária e parlamentar. É um nome reconhecido nacionalmente, pelo bom senso e maturidade, será um presidente extraordinário para o PT da Paraíba”, destacou Berzoini.

O deputado Rodrigo Soares pontuou que esta confiante na militância que o convocou para este desafio de presidir o partido na Paraíba. “Essa candidatura surgiu da demanda, ou da provocação dos filiados do PT que querem um presidente que escute a todos, um presidente que unifique o partido, que faça com que o PT tenha na gestão um presidente que defenda os interesses do partido e que respeite as instancias partidária”,
 
PED – O Processo de Eleições Diretas do PT acontece neste domingo, 22, em primeiro turno, quando têm direito a voto 29 mil filiados. O segundo turno acontecerá duas semanas após o primeiro, caso um dos candidatos não atinja a maioria dos votos.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.