Rodrigo diz que Dilma tem “supremacia” na PB e redefine metas eleitorais

O deputado estadual Rodrigo Soares (PT), que é coordenador da candidatura presidencial de Dilma Rousseff (PT) na Paraíba, se disse muito feliz hoje com a “supremacia” que a ex-ministra tem em cima de seus adversários e com a “possibilidade real” da petista vencer o pleito de 2010 já no primeiro turno.
 
As declarações de Rodrigo aconteceram durante uma avaliação de campanha que o parlamentar fez após analisar os últimos números da pesquisa Ibope divulgada neste final de semana. Dilma aparece com 64% das intenções de votos dos paraibanos, contra 21% de José Serra (PSDB) e 5% de Marina Silva (PV). Ele diz que agora o partido já trabalha com a possibilidade de dar à candidata do PT pelo menos 70% dos votos dos paraibanos.
 
Rodrigo Soares destaca, por exemplo, que de cada três eleitores paraibanos que votam em Dilma Rousseff para presidente, apenas um opta por votar no candidato tucano José Serra. “A diferença hoje pró-Dilma é de 43%. A Paraíba está fechada com Dilma e vota em massa nela, num reconhecimento aos avanços e às conquistas do Governo Lula e na certeza que a petista representa a continuidade destas mudanças sociais e econômicas”, frisou.
 
Ainda analisando os números do Ibope, Rodrigo, que é presidente estadual do PT da Paraíba, enfatiza a impressionante aprovação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Estado. Nada menos do que 92% dos paraibanos classificam como ótima ou boa a gestão de Lula na Presidência da República e 7% a analisam como regular. Insignificantes 1% dizem que o Governo Lula é péssimo.
 
“O presidente hoje é quase uma unanimidade. E isto é fruto das políticas públicas desenvolvidas pelo governo do PT que priorizou a parcela mais pobre da população”, avaliou, comemorando também o fato de a aprovação de Lula na Paraíba estar acima da média nacional. Em todo o país, o índice de eleitores que classificam o governo como ótimo ou bom é de 79%.
 
Por fim, o deputado disse que o avanço de Dilma entre o eleitorado da Paraíba foi tão grande que a coordenação da campanha no Estado já está redefinindo as metas traçadas. Ele explica que no final de julho Dilma tinha 53% das intenções de votos, e que o objetivo naquela época era dar à candidata a mesma votação que Lula teve na Paraíba em 2006, que era justamente de 64%.
 
“Como já atingimos a meta inicial pouco mais de um mês antes do dia das eleições, estamos trabalhando agora para quem sabe dar à Dilma uma votação em torno de 70%. A militância petista vai permanecer mobilizada e trabalhando duro para garantir uma vitória expressiva de nossa candidata a presidente”, concluiu.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.