Roberto manifesta preocupação com mortes de gestantes

O senador Roberto Cavalcanti (PRB) pediu a representantes do poder público que se manifestem a respeito do elevado número de óbitos de grávidas brasileiras provocados pela gripe suína. 

O pedido foi feito durante audiência pública realizada pela Comissão de Assuntos Sociais (CAS) que trata da questão da saúde materna.

“Estou particularmente preocupado com o elevado número de óbitos de grávidas brasileiras causadas por esta gripe”, disse Cavalcanti.

Ele lembrou que o Brasil tem 1,8% do número de casos mundiais, mas já registra cerca de 12% do número de óbitos, com incidência significativa de mortes em gestantes. 

De acordo com representantes da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia, o risco de morte para uma grávida com a nova gripe é quatro vezes maior do que para qualquer outro paciente dos grupos de risco.

Isto ocorre porque a imunidade das grávidas diminui para que o bebê se desenvolva sem ser combatido como um possível corpo estranho. Outro fator: o útero aumenta e comprime o pulmão, que fica mais sujeito a infecções.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.