Ricardo promete distinção para temporários que trabalham

O governador eleito da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), prometeu fazer distinção entre os milhares de servidores admitidos sem concurso público na estrutura do Governo do Estado e cuja exoneração maciça foi recomendada pelo Ministério Público Estadual (MPE). O socialista declarou que não podem ser enquadrados na mesma condição os servidores que ingressaram no serviço público por uma contingência político-eleitoral:

– Eu tenho compromisso em defender o trabalho das pessoas, o emprego, mas também defender o equilíbrio do Estado. Vou procurar, nas áreas essenciais, defender a continuidade de quem efetivamente trabalha e vou respeitar o dinheiro do povo não pagando a quem está no cargo sem trabalhar e apenas por uma circunstância política. Quem trabalha será respeitado. Caso o atual Governo , para variar, não tome as providências, eu vou dialogar com o MPE para buscar um caminho de regularizar a situação.

As declarações de Ricardo Coutinho foram veiculadas na TV Master, no programa Bastidores, apresentado pelo Padre Albeni Galdino e foram dadas na última sexta-feira, 26, durante a inauguração do Largo da Gameleira, em Tambaú.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.