Ricardo lamenta morte do carnavalesco Jocemar Chaves

O governador Ricardo Coutinho lamentou o falecimento do carnavalesco, esportista e artista plástico Jocemar Chaves. "Ele foi uma pessoa que fez de sua vida um instrumento de alegria e de promoção das manifestações culturais de João Pessoa”, lembrou.

 
Ricardo esteve no velório de Jocemar, na Central de Velórios de Jaguaribe, para prestar condolências à esposa,  familiares e amigos de Jocemar, que faleceu na sexta-feira (13) em João Pessoa.
 
"Jocemar conhecia profundamente as raízes não só do Carnaval, mas também das demais manifestações populares de João Pessoa. Torcedor do Auto Esporte,  ele era uma enciclopédia ambulante. Em suas conversas lembrava a fundação de blocos como os Piratas de Jaguaribe, blocos do Róger e agremiações de outros bairros e onde o Carnaval começou na Capital”.
 
Segundo o governador, outras pessoas como Jocemar Chaves precisam ser reconhecidas e o patrimônio cultural que representam deve ser colocado à disposição do povo. "Fizemos isso na TV Cidade no "Programa João Pessoas”, no qual dedicamos um programa a Jocemar e gravamos um DVD. Registramos as imagens do seu trabalho, cotidiano e da história do Carnaval de João Pessoa”, disse Ricardo.
 
Jocemar Chaves tinha 77 anos e se destacou por atuar no segmento artístico de João Pessoa, organizando e decorando blocos no Carnaval nos bairros do Róger, Cruz das Armas e Jaguaribe. Em 2011, Jocemar chegou a ser homenageado pela Câmara Municipal de João Pessoa que lhe conferiu a  “Medalha Cidade de João Pessoa”, em reconhecimento à importância que teve seu trabalho dedicado às artes e à cultura da cidade.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.