Ricardo diz que número de homicídios no governo Cássio cresceu 104,6% em sete anos

A campanha do governador Ricardo Coutinho (PSB), que disputa a reeleição na Paraíba, mostra dados do Mapa da Violência 2014, elaborado pelo Instituto Sangary, que aponta um crescimento de 104,6% no número de homicídios ocorridos na Paraíba entre 2003 e 2009, período governado pelo tucano Cássio Cunha Lima. 
 
“Durante a gestão do ex-governador Cássio Cunha Lima, cassado por abuso de poder político e econômico em 2009, a Paraíba viveu um dos momentos mais violentos de sua história”, diz o governador. 
 
O estudo, considerado um dos mais relevantes no Brasil sobre segurança pública, revela ainda que a taxa de homicídios na Paraíba só começou a cair em 2012, na gestão do governador Ricardo Coutinho (PSB), quando o Estado reduziu em 5,6% o número de Crimes Violentos Letais Intencionais (CVLI) e alcançou a segunda maior queda no Brasil.
 
Já os dados do Núcleo de Análise Criminal do Estado (Nace), mostram que em 2013, a redução sofreu uma desaceleração (queda de 0,32% em relação a 2012), mas voltou a cair fortemente em 2014, onde o primeiro semestre já registra queda de 12,88%. “Esse resultado é fruto da política de segurança pública implantada na nossa gestão”, observou o governador Ricardo Coutinho, candidato à reeleição pela coligação à Força do Trabalho.
 
“Apesar de o meu adversário continuar propagando mentiras por aí, os índices oficias provam que nosso governo deu um choque de gestão dentro da estrutura de segurança pública da Paraíba. Para se ter ideia do que isso representa, em 2013, não houve um registro sequer de homicídios em 73 municípios paraibanos”, enfatizou Ricardo.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.