Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Ricardo Coutinho considera que situação do Detran é caso de polícia

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O governador eleito da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), deu uma declaração contundente no início da noite de hoje no escritório de transição ao apresentar mais auxiliares de sua futura gestão. Ao ser perguntado do motivo pelo qual convidou o delegado da Polícia Federal Rodrigo Carvalho para gerir o Departamento Estadual de Trânsito (Detran), ele não titubeou:

– O Detran é um caso de polícia. Ele tem uma corrupção entranhada que precisa ser debelada. Há interesses que sobrevivem há muito tempo por lá e precisam ser organizados. Para isso, não apenas um delegado, mas uma pessoa competente para modernizar, para colocar a tecnologia a serviço da população e vai devolver o órgão ao usufruto coletivo e acabar com as quadrilhas que se alimentam das dificuldades criadas para vender as facilidades. Isso precisa acabar e eu dei carta branca para que a direção do Detran aja da maneira necessária com a ajuda da Secretaria de Segurança.

Ao ser indagado sobre a declaração dada hoje pelo governador José Maranhão (PMDB), que considerou sua equipe uma "colcha de retalhos", Ricardo respondeu:

– O tempo dele para dizer este tipo de coisa acabou. Eu tenho uma equipe muito bacana. Alguém querer convencer que é uma colcha de retalhos, tendo uma colcha totalmente furada é achar que a população não entende as coisas. A equipe vai atuar de forma convergente e tenho a autoridade necessária para cobrar isso. Compus o governo respeitando a todos, mas obedecendo um perfil que é meu. Ele deveria estar sendo mais civilizado e não cometer tantos atos que atentam contra o frágil equilíbrio financeiro do Estado.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

Jucélio Dantas é acusado de assassinar kaliane Medeiros

‘Caso Kaliane’: Acusado será julgado hoje pela morte da ex-companheira

Raios em JP

Paraíba tem aumento de mais de 40% na quantidade de raios no primeiro trimestre de 2024

Polícia Civil, homicídios 1

Pai que matou filho ao defender a mãe continua foragido

Sérgio Queiroz 2 22

Queiroz aceita ser vice de Queiroga: “Quem quiser ser grande, seja servo “

Arlenilson Pereira

Suspeito de 4 assassinatos e outros crimes, homicida mais procurado em Campina é preso em SC

CMJP 30

Câmara terá semana com entrega de títulos e debate sobre empreendedorismo feminino

São João de Campina Grande

Empreender PB abre vagas para comerciantes que irão atuar nos festejos juninos de Campina Grande

Acidente na Epitácio Pessoa

Motociclista morre em acidente na Avenida Epitácio Pessoa

Atendente de lanchonete, freepik

Sine-JP oferta 297 vagas de trabalho em diversas áreas a partir desta segunda

agassizalmeida

Morre em João Pessoa ex-deputado constituinte e jurista Agassiz Almeida