Ricardo considera graves denúncias contra Grupo São Braz

O governador da Paraíba, Ricardo Coutinho (PSB), comentou hoje à tarde as denúncias feitas contra o Grupo São Braz, supostamente beneficiado pelo perdão de dívidas da ordem de R$ 7, 5 milhões com a Receita Estadual. Apesar de não querer fazer juízo de valor sobre o caso, Ricardo disse que as acusações são graves:

– Caso se confirmem, envolvem-se duas questões: uma é a alteração de documentos públicos e a outra é o não pagamento da dívida. A comissão está trabalhando normalmente, receberei o resultado e farei os encaminhamentos que o caso requer. Só quero dizer que eu não tenho compromisso algum com a impunidade! Com nada que traga prejuízo ao erário público. O Estado da Paraíba é parceiro, mas também cobra e não pode ser enganado e nem ter seus recursos retirados. Espero que possamos superar esse debate no mínimo tempo possível e eu vou tomar as providências cabíveis quaisquer que sejam os resultados.

Em Campina Grande, onde foi inaugurar o Hospital de Trauma local, ele revelou ter tido "prazer" em determinar o fechamento do Hospital Regional de Campina Grande. O socialista disse que o prédio do Regional não apresentava mais condições de funcionamento e precisava ser desativado. Sua reabertura caberá de uma decisão da Prefeitura da Rainha da Borborema:

– Tive prazer de fechar o Hospital Regional. No início do ano, quando assumimos, entrei na UTI e vi um tonel cheio com água que caia do teto e cinco leitos interditados. Resolvemos isso rapidamente. Mas, eu comecei a andar pelo hospital e eu percebi que não gostaria de ser atendido ali. Se não quero para mim, não quero também para os outros. Eu entrei na hora de uma cirurgia e olhei para o teto que estava repleto de mofo. Havia muita improvisação. Médicos e enfermeiros não tinham a menor condição de trabalho naquele prédio onde antes era uma gráfica. O Governo quer que a Prefeitura diga o que pretende fazer do prédio. A partir disso, vamos conversar. É preciso um diálogo entre o Governo e o Município porque o sistema de saúde é amparado por um tripé que inclui a União, Estado e Município. Cada um tem suas responsabilidades.

As declarações foram dadas em entrevista à Rede Correio Sat.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.