Ricardo Barbosa estanca cobrança e diz que há tempo para definir vice

O deputado estadual Ricardo Barbosa (PSB) negou hoje que haja uma crise entre seu partido e o PSDB de Cássio Cunha Lima por causa da cobrança taxativa dos tucanos pela indicação da vice de Ricardo Coutinho (PSB). Segundo ele, o desejo de emplacar o vice é comum à maioria dos partidos aliados, mas deve ser um processo conduzido com calma.

Segundo ele, o PSB deve usar o prazo disponível e previsto na legislação eleitoral para esgotar a discussão que vai resultar na indicação do vice de Ricardo Coutinho:

– Não devemos nos precipitar. Sou egresso do PSDB e acho que quem tem tempo, não tem pressa. Temos até 30 de junho e acho que essa discussão deve ficar para depois. Os desdobramentos podem influenciar nessa decisão e eles acontecem a cada dia. É preciso consultar os partidos aliados, mas essa definição deve ficar para o prazo final. Não sabemos como ficará a situação do PT. O PSDB reivindica com propriedade, o PP também, mas acredito que cada grupo entende que esse diálogo deve ser postergado.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.