Ricardo afirma que oposição espera por ele: “Pai pode sacrificar filho”

O governador Ricardo Coutinho (PSB) fez um discurso empolgado e, em certos momentos duro, durante o evento realizado na noite desta quinta-feira, 5, no Esporte Clube Cabo Branco e que marcou o recebimento de várias filiações ao PSB e o lançamento da pré-candidatura de João Azevedo ao Governo do Estado.

O socialista disse que preferia nem citar o nome “daquele senador”, numa referência direta ao tucano Cássio Cunha Lima, e em seguida afirmou que o grupo do parlamentar campinense “nada fez” pelo Estado da Paraíba.

Mais adiante, Ricardo declarou que a oposição estaria sem rumo e brigando pelo fato de não ter candidato. “Eles estão esperando para onde eu vou para saber se pai sacrifica filho. Eles desistiram porque sabem a força do perfil de João e do projeto que eles vão enfrentar. Vão se perder na curva e levar uma sova grande”. O comentário é em razão dele ter reservado esta sexta-feira, 6, para anunciar se fica ou não no Governo. Em seu raciocínio, o rumo da oposição seria pensado em função de sua escolha.

Ricardo disse ainda que estará ao lado do atual deputado Veneziano Vital do Rêgo, que foi saudado já como senador. Campinense, caberá ao ex-cabeludo disputar com Cássio os votos de Campina e região, principais bases do tucano.

Comentários