Requerimentos de CPIs do Trauma e dos Livros são arquivados na ALPB

O Diário do Poder Legislativo de hoje publica a decisão do presidente da Assembleia, Ricardo Marcelo (PSDB) de mandar arquivar três pedidos de instalaçã de comissões parlamentares de inquérito destinadas a investigar irregularidades no Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa e na venda de livros por parte da empresa New Life à Prefeitura da capital. 
 
Os pedidos de investigação no Hospital de Trauma foram apresentados pelos deputados Tião Gomes (PSL) e Anísio Maia (PT). O governista queria apurar eventuais desvios ocorridos nos governos de José Maranhão (PMDB) enquanto que o petista apontava a necessidade de aprofundar as queixas apresentadas pelo procurador-chefe do Ministério Público do Trabalho na Paraíba, Eduardo Varandas.
 
O pedido de Tião foi rejeitado sob a alegação de que não traria objeto determinado. Já a solicitação de Anísio terminou sendo arquivada porque o caso está sendo apurado na esfera federal. Em relação ao outro requerimento do deputado petista, sobre o caso dos livros, o presidente da Assembleia entendeu que a competência para analisar o assunto é da Câmara Municipal de João Pessoa.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.