Relação com Governo piorou na Gestão Dilma, diz PMDB

A maioria dos senadores e deputados do PMDB, principal partido aliado de Dilma Rousseff, afirma que a presidente não é aberta ao diálogo e que isso teria causado uma piora na articulação do governo com aliados, informa reportagem de Maria Clara Cabral, Márcio Falcão, Gabriela Guerreiro, Flávia Foreque e Larissa Guimarães, publicada na edição desta sexta-feira da Folha.

A Folha ouviu na última semana 95 dos 98 congressistas do PMDB sobre a atual situação política. Para 55 deles, a interlocução do Executivo com o Congresso piorou em relação ao governo Lula; para 10, não mudou; e apenas 7 dizem que está melhor. Vinte e três peemedebistas não quiserem opinar.

Os problemas na articulação política no governo Dilma tem deixado o ministro Luiz Sérgio (Relações Institucionais) na berlinda. Após a saída de Antonio Palocci da Casa Civil, a troca do coordenador político do governo também é dada como certa.
 
Para o seu lugar, Dilma sondou a ministra da Pesca, Ideli Salvatti, mas outros petistas também são cotados para assumir a vaga, como Cândido Vaccarezza (SP), Pepe Vargas (RS), Arlindo Chinaglia (SP) e Henrique Fontana (RS).

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.