Rejeitado recurso que pedia cassação do prefeito de Bernardino Batista

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, em decisão monocrática publicada no dia 23 de janeiro passado, rejeitou um recurso contra a expedição de diploma de Gervázio Gomes dos Santos, prefeito de Bernardino Batista, e do vice, Francisco de Assis Gomes.
 
O recurso foi interposto pela coligação "Coragem e Compromisso", adversária nas eleições de 2012, que alegou que Gervázio teria utilizado veículo contratado pelo Município para fazer propaganda eleitoral, captando votos de forma ilícita. O pedido era para promover a cassação do prefeito.
 
Na decisão, contudo, o Tribunal Regional Eleitoral afirmou que as acusações levantadas pela coligação não podem ser analisadas em sede de Recurso contra Expedição de Diploma e optou por rejeitar o recurso contra Gervázio Gomes.
 
“O Tribunal Superior Eleitoral não mais admite o Recurso contra a Expedição de Diploma para tratar destes temas, pois entendeu que isso seria inconstitucional. Por isso, este tipo de recurso deve ser rejeitado. O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba, em sua decisão, seguiu o entendimento do TSE, primando pela técnica jurídica”, comentou o advogado Newton Vita, encarregado da defesa do prefeito.
 
O TRE-PB rejeitou o recurso e mandou que os autos do processo retornassem para o juízo da 37ª Zona Eleitoral, em São João do Rio do Peixe.
 
“A decisão do TRE apenas confirmou os sólidos e consistentes argumentos apresentados pela defesa e solidificou a vontade soberana e democrática daquele povo na escolha de seus governantes”, afirmou o advogado Newton Vita.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.