Rejeitadas representações contra pecha de arrogante de Ricardo Coutinho

O Tribunal Regional Eleitoral da Paraíba rejeitou hoje, por unanimidade, quatro representações (três referentes à TV e uma ao rádio) ajuizadas pela Coligação Uma Nova Paraíba e que acusavam a prática de propaganda eleitoral irregular por parte do guia da adversária Paraíba Unida. É que no programa do PMDB o candidato do PSB ao Governo foi chamado de "arrogante e prepotente".

O relator das ações, desembargador Márcio Murilo, considerou que as críticas eram naturais de uma campanha e não acatou as queixas. Os demais componentes do Tribunal acompanharam o voto do relator e pediram a rejeição das representações do PSB.

No programa do PMDB foi citado que "a Paraíba não se rende à prepotência". Em outro trecho, o narrador disse que "A arrogância não ajuda o Estado a crescer".

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.