Reitora apela a Weick por manutenção de verbas da UEPB

A divulgação de uma previsão orçamentária R$ 16 milhões inferior ao previsto fez com que a reitora da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Marlene Alves, se deslocasse de Campina Grande para João Pessa hoje para manter uma audiência com o procurador geral do Estado, Marcelo Weick. Ela contou ao Parlamentopb que espera conseguir reverter o quadro que considera grave para a continuidade dos projetos e programas da instituição:

A mudança no Orçamento do Estado foi publicada neste final de semana no Diário Oficial do Estado. Originalmente, estava prevista a destinação de R$ 37,6 milhões para a universidade, que tem direito a 5% das receitas ordinárias do Estado. Agora, restaram à instituição R$ 21,2 milhões.

"O que nos preocupa, mais do que a queda no repasse, é que essa mudança fere o que está previsto em lei: a autonomia da Universidade Estadual da Paraíba. Os recursos de uma instituição autônoma não podem ser contingenciados pelo Governo", declarou.

Apesar das queixas, Marlene disse acreditar na possibilidade de reverter o problema e anunciou que vai procurar uma audiência também com o governador José Maranhão para expor o posicionamento da UEPB.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.