Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Rei da cocaína e líder da máfia italiana é preso pela PF e Interpol em João Pessoa

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

Nesta segunda-feira, 24,como resultado de investigação conjunta realizada entre Brasil e Itália, a Polícia Federal logrou realizar a prisão de Rocco Morabito, em João Pessoa, em cumprimento a mandado de prisão expedido pelo Supremo Tribunal Federal. Morabito, conhecido mundialmente como “o rei da cocaína”, é procurado desde 1994 e estava incluído na lista do Ministério do Interior dos 10 fugitivos mais perigosos da Itália.

Ele estava em companhia de outro foragido italiano, Vincenzo Pasquino, um fugitivo originário de Turim e incluído na lista de fugitivos perigosos, que também foi preso. A extradição à Itália também será solicitada ao STF.

Desde ontem (23), uma equipe de policiais italianos do Escritório Central da Interpol em Roma, que participou da investigação, e dos Carabinieri, deslocou-se ao Brasil ante a perspectiva de que a prisão fosse realizada.

Um dos principais fugitivos procurados na Itália pelo envolvimento com a organização criminosa conhecida como ‘Ndrangheta era o italiano Rocco Morabito.

Há registros da atuação de Rocco com a organização do tráfico de drogas entre Brasil e Europa desde a década de 1990, conforme investigação à época realizada no âmbito de Operação denominada KING. Operações mais recentes da PF também indicaram a relação das atividades da ‘Ndrangheta com organizações criminosas brasileiras.

Com base em informações passadas pela Interpol Brasília, Rocco foi preso no Uruguai em 2017, depois de 22 anos foragido, para fins de extradição à Itália. No entanto, em 23/6/2019, ele fugiu da prisão no Uruguai e era considerado um dos três fugitivos mais procurados pela Itália desde então.

Nascido em 1966, o italiano é acusado de associação mafiosa, tráfico de drogas e outros crimes graves. A polícia, inclusive, tem gravações de telefonemas em que ele negociou a compra de quase uma tonelada de cocaína da América do Sul, numa transação de cerca de 8 milhões de euros.

A ‘Ndrangheta é considerada uma das maiores e mais poderosas organizações criminosas do mundo.

A Interpol lançou recentemente um projeto dedicado exclusivamente à repressão em âmbito global às atividades desta organização criminosa, denominado Projeto I-Can (Interpol Cooperation against ‘Ndrangheta).

Uma entrevista coletiva de imprensa acontecerá nesta terça-feira, 25, no Ed. Sede da Polícia Federal, localizado no SAUS Quadra 6, Bloco A, Lotes 9/10, Brasília/DF.

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

disney1 (1)

Disney abre vagas sem experiência com remuneração de R$ 83/hora e parque gratuito

UFPBemdia15.12.2022FotoAnglicaGouveia5de23-800x500 (1)

Superintendente do HULW, Marcelo Tissiani divulga apoio à reeleição de Valdiney Gouveia

Polícia Civil e Militar

Ex-suplente de vereador é assassinado na zona rural de Matinhas

agentesemob (1)

Maratona de João Pessoa altera trânsito em vários pontos na manhã deste domingo

enterrotiopaulo (1)

Após dois dias no IML, “Tio Paulo” é enterrado sob forte comoção de parentes

mercadodefagundes

Teto do Mercado de Lucena desaba depois das chuvas deste sábado

terezinhaemonica (1)

DCE declara apoio à candidatura de Terezinha e Mônica para eleições na UFPB

prefeito-edmilson-rodrigues-belem-filho

Filho do prefeito de Belém do Pará morre aos 16 anos

Homem é preso na PB ao receber 20kg de maconha, do Paraná, em caixas de chá

Homem é preso na PB ao receber 20kg de maconha, do Paraná, em caixas de chá

Polícia da PB prende, no Pará, dupla que furtou 50 celulares de shopping em Campina Grande

Polícia da PB prende, no Pará, dupla que furtou 50 celulares de shopping em Campina Grande