Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Recurso de Cássio será recebido hoje pelo Supremo

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O Supremo Tribunal Federal (STF) recebe hoje o recurso do ex-governador Cássio Cunha Lima questionando a decisão que barrou a sua candidatura ao Senado com base na Lei da Ficha Limpa. Provavelmente não haverá tempo de o Supremo apreciar o caso antes do dia 17 de dezembro, data marcada pelo Tribunal Regional Eleitoral para a diplomação dos candidatos eleitos na Paraíba.

Não sendo possível o julgamento, será diplomado no lugar de Cássio o deputado federal Wilson Santiago (PMDB), terceiro mais votado na disputa para o Senado. O advogado Harrison Targino acredita que o julgamento acontecerá antes da diplomação. O problema é que o STF encerra suas atividades no próximo dia 20 e a última sessão plenária será no dia 15. Portanto, só haverá uma semana para o processo entrar em julgamento.

No Diário da Justiça de hoje será publicada a decisão do ministro Ricardo Lewandowski, presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), admitindo a remessa dos autos. Em seguida os advogados darão entrada no recurso no STF. Após ser autuado o processo será distribuído para um relator. No recurso, Cássio alega que a Lei da Ficha Limpa não se aplica às eleições de 2010.

Ele disputou a eleição para o Senado com o registro indeferido pelo Tribunal Regional Eleitoral e também pelo Tribunal Superior Eleitoral. Mesmo sendo o mais votado no pleito de 3 de outubro, os votos de Cássio não são contados como válidos e dessa maneira ele não poderá tomar posse no Senado.

A esperança é que o Supremo reverta à decisão, concedendo a ele o direito de assumir a cadeira de senador como representante do Estado da Paraíba. O ex-governador foi o mais votado com mais de 1 milhão de votos. O segundo mais votado foi o deputado Vital do Rêgo Filho. Na terceira posição ficou o deputado Wilson Santiago, que poderá ocupar a vaga de Cássio.

O Supremo Tribunal Federal está aguardando a nomeação do 11º ministro, que irá ocupar a vaga de Eros Grau. O debate sobre a aplicação da Lei da Ficha Limpa nas eleições de 2010 dividiu as opiniões dos ministros. Cinco deles são a favor da Lei e cinco são contra. O próximo ministro é que decidirá a partida, o que só deverá ocorrer a partir de fevereiro de 2011, quando o Supremo retomará suas atividades.

 

Correio da Paraíba

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Eleição da UFPB terá três chapas e atual reitor concorre à reeleição

Anteriores

Marcelo Queiroga e Sérgio Queiroz 1

Sérgio Queiroz adia anúncio sobre participação do NOVO na chapa de Queiroga; veja

coutoreuniao (1)

Couto, Cartaxo e Ricardo se reúnem e atacam Cícero Lucena

bolsonaro1

Ao receber cidadania paraibana, Bolsonaro diz que político não tem ação concreta

viaturasfurtoenergia

Ação de combate ao furto de energia resulta em 7 prisões

d8b82c70-f3bd-46d3-9bfa-61ce8d61d00a

Setor de serviços na Paraíba cresce 11,4% e registra 2ª maior expansão do País, revela IBGE

mptdelivery (1)

MPT discute segurança do trabalho com sindicatos de entregadores e motoristas de aplicativos na PB

diozene

Padre é preso com armas e munição durante blitz em Campina Grande

Sabadinho Bom praça rio branco

Sabadinho Bom apresenta grupo Choramigo no mês em que se comemora o Dia Nacional do Choro

Bolsonaro em JP

Na capital, Bolsonaro manda recado a apoiadores: “Uma pessoa não vai resolver o problema de vocês”

Vacina contra gripe, influenza

Prefeitura de João Pessoa realiza Dia D de vacinação contra gripe e dengue neste sábado