Raoni admite que deve deixar o PDT: “É um partido familiar”

O vereador pessoense Raoni Mendes admitiu hoje ser forte a chance de desfiliar-se do PDT. A informação foi dada durante entrevista ao programa Tambaú Debate da Nova Tambaú FM. Segundo ele, não há diálogo interno porque as decisões estariam condicionadas aos interesses da família de Damião Feliciano, deputado federal e presidente estadual da sigla:

 
– É o PDT que não me quer. Em oito anos de convivência partidária, nunca houve uma eleição para o diretório municipal e o estadual fez uma convenção só para validar o que a direção naciona desejava. O PDT vai ficando sem fôlego para a discussão. Não gosto de mudar de partido, mas fica difícil desse jeito. Mais que dono, o PDT é um partido familiar que atende às expectativas de trabalho da família Feliciano.
 
Finalmente, ao ser questionado se o ex-prefeito de João Pessoa, Luciano Agra (sem partido) estaria credenciado para a disputa ao Governo do Estado em 2014, Raoni resumiu:
 
– Se acertar o partido, sim.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.