Raíssa diz que Veneziano ficou na prefeitura porque não crê em vitória de Maranhão

A vereadora Raíssa Lacerda (DEM) não tem papas na língua e não esconde a mágoa nutrida pelo governador José Maranhão (PMDB) pelo fato do seu pai, o ex-vice-governador José Lacerda Neto, ter tido o mandato cassado, juntamente com ex-governador Cássio Cunha Lima (PSDB). Neste final de semana, ela voltou a alfinetar Maranhão ao comentar a postura do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rêgo (PMDB), de não ter aceitado compor, como vice, a chapa governista.

“O prefeito Veneziano não ter aceitado fazer parte da chapa governista demonstra que ele (Veneziano) não acredita na vitória e na reeleição de José Maranhão. Isso, na verdade, é um termômetro e mostra, concretamente, que os peemedebistas estão enfraquecidos”, comentou Raíssa Lacerda.

Segundo a parlamentar, essa atitude de Veneziano comprova também que ele não tem confiança de deixar seu vice-prefeito, José Luiz Júnior, no exercício da Prefeitura de Campina Grande. Raíssa chegou a comparar, inclusive, o problema enfrentado por Veneziano em Campina com quadro entre o ex-prefeito de João Pessoa, Ricardo Coutinho (PSB), e recém-empossado como prefeito da Capital, Luciano Agra, que antes ocupava o cargo de vice.

“Se essa desconfiança ocorre em Campina Grande, em João Pessoa, Ricardo Coutinho é completamente diferente. Garante total autonomia ao seu vice, Luciano Agra, que assumiu a administração. Veneziano não acredita na reeleição do governador e, infelizmente, também confia em José Luiz Júnior. Isso é uma pena”, ressaltou. 
 

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.