Raimundo Lira diz que quer participar das definições do PMDB para 2010

O ex-senador Raimundo Lira, atualmente sem partido, disse hoje em Campina Grande que quer participar ativamente das decisões políticas a serem tomadas pelo PMDB visando as eleições de 2010. Ele anunciou, há alguns dias, a sua decisão de retornar ao PMDB, o que ocorrerá festivamente, nos próximos dias, com o objetivo de voltar à vida pública.

Raimundo lira disse que decidiu se filiar ao PMDB para “participar da vivência partidária, dos entendimentos, das articulações”. Ele afirmou que chega para somar e dar a sua contribuição para o debate político, sem a intenção de brigar internamente por espaços. “Não quero tomar o lugar de ninguém, ou algum espaço que algum amigo já tenha definido. O que sei é que quero participar de tudo”, disse.

Lira decidiu retornar ao PMDB após receber convite do deputado federal Vital do Rego Filho, do prefeito de Campina Grande, Veneziano Vital do Rego (PMDB) e do governador José Maranhão. Ele disse que retorna ao partido para “ajudar a fortalecer o PMDB e a Paraíba”. Lira destacou que é “uma honra voltar ao PMDB justamente a convite de Vitalzinho e de Veneziano, dois grandes homens públicos, com apoio do governador José Maranhão e de muitos outros amigos”.

Raimundo Lira é natural de Cajazeiras, mas adotou Campina Grande como local para viver e investir. Empresário e Economista, atuou como professor da antiga Universidade Regional do Nordeste – URNe e foi vice-presidente do Conselho de Administração do Paraiban. Foi senador de 1987 a 1995, duas vezes presidente da Comissão de Economia do Senado e presidente da Comissão de Orçamento.

Lira presidiu esta importante comissão justamente na época em que estourou o conhecido escândalo dos anões do orçamento. Porém, durante todo o seu mandato não foi citado uma só vez em qualquer escândalo ou acusação, o que, até hoje, lhe rende comentários elogiosos de lideranças nacionais.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.