Quatro secretários de Romero vão deixar a Prefeitura

O prefeito de Campina Grande, Romero Rodrigues (PSDB), disse ontem que quatro secretários devem concorrer a deputado estadual nas eleições deste ano e, por isso, vão deixar o Poder Executivo. O prazo final de desincompatibilização dos cargos para quem pretender disputar concorrer ao pleito é 5 de abril, seis meses antes das eleições.
 
Estão confirmadas as saídas de Tovar Correia Lima (Chefia de Gabinete), Guilherme Almeida (Agricultura) e Marlene Alves (Cultura). Já Gilbran Asfora (Articulação Política) anunciou a candidatura a uma cadeira na Assembleia Legislativa, mas ainda não bateu o martelo em definitivo.
 
“A previsão natural é que os secretários Tovar, Guilherme, Marlene e talvez Gilbran deixem os cargos no prazo final. Não há imposição nem pressão para eles deixaram logo as secretarias, posto que estão cumprindo a exigências da legislação eleitoral que são necessárias e essenciais”, frisou Romero.
 
Tovar Correia Lima (PSDB) vai voltar para a Câmara Municipal. Com isso, Ivonete Ludgério (PSB), que ocupa a cadeira do tucano, retorna à suplência. Já Guilherme Almeida (PSC) vai reassumir na Assembleia Legislativa. Atualmente sua cadeira é ocupada pela suplente Iraê Lucena (PSDB). Marlene Alves (PCdoB) e Gilbran Asfora (PTN) não têm mandatos.
 
Romero Rodrigues ainda não definiu quem vai substituir os secretários que deixarão a PMCG até o dia 5 de abril do corrente ano. “Vamos ainda avaliar a conjuntura, conversar com os aliados para depois decidir os substitutos dentro da reforma do secretariado, mas sem açodamento e buscando sempre o desenvolvimento social e econômico de Campina Grande”, assinalou Romero.
 
 
Jornal da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.