PTN oficializa rompimento com Ricardo Coutinho

O diretório estadual do PTN da Paraíba anunciou hoje sua decisão de formalizar o rompimento com o Governo do Estado. O assunto foi tratada em reunião realizada na manhã de hoje no Hotel JR, no Centro de João Pessoa, com a participação de representantes de diretórios municipais de 20 municípios paraibanos. O argumento para tornar público o afastamento foi a perda de cargos de filiados na estrutura do Governo:
 
– Nós não rompemos com o governador Ricardo Coutinho. Ele é que nos obrigou a isso, ao exonerar nossos filiados de cargos que ocupavam no Governo. Desde o início, não fomos contemplados na medida de nossa lealdade ou da importância do partido. Mas, nas eleições do ano passado, o PSB passou  nos perseguir como se fôssemos inimigos mortais. Depois da campanha, os últimos membros do PTN foram exonerados e a crise se tornou maior. Tentamos conversar e entender a decisão do PSB, mas nem essa informação nos foi dada. O governador e o presidente do PSB da Paraíba silenciaram diante de muitos ofícios e tentativas de agendar reuniões. Assim, não tivemos alternativa – disse Fábio Agra Medeiros ao Parlamentopb.
 
O presidente, contudo, nega que as queixas sejam apenas pela perda dos cargos. Segundo ele, ao exonerar os filiados do PTN, o governador estaria convocando para as funções representantes de partidos adversários, como PMDB:
 
– Agora, o governador dá espaço a nossos adversários e a quem não votou nele nas eleições de 2010.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.