PT reúne integrantes para avaliar cenário politico local e nacional

Militantes do Partido dos Trabalhadores se reúnem amanhã pela manhã no Sindicato dos Trabalhadores em Educação da Paraíba – SINTEP para participar do I Seminário Estadual do Coletivo Protagonismo Petista. Participarão do evento lideranças como o ex-presidente estadual do PT, Adalberto Fulgêncio, o Secretário da Transparência Pública de João Pessoa, Éder Dantas, o presidente do PT na capital, Jackson Macedo, a dirigente nacional da GEAP, Socorro Brito, o diretor do Centro de Educação – CE/UFPB, Wilson Aragão e o ex-secretário-geral do PT, Charliton Machado, dentre outros. Estarão presentes lideranças petistas da capital e do interior.
 
Na ocasião, serão debatidas a conjuntura nacional e as perspectivas do PT paraibano, com destaque para o fortalecimento do governo de Luciano Cartaxo em João Pessoa como referência de alternativa de governo no cenário paraibano. Além disso, serão avaliados os rumos do partido em nível estadual, especialmente diante do advento da renovação dos diretórios partidários nos marcos do Processo Eletivo direto – PED, previsto para novembro deste ano.
 
O centro dos debates do grupo, alinhado com as teses da corrente Construindo um Novo Brasil – CNB,  é a retomada do protagonismo do PT no cenário político estadual. Segundo o secretário Éder Dantas é hora do PT paraibano voltar ao centro da disputa política local, apresentando propostas e nomes. “Fomos protagonistas do debate eleitoral em João Pessoa e deu certo. Vencemos. Queremos fazer o mesmo em nível estadual”, disse o secretário.
 
Para Charliton Machado, a retomada do protagonismo petista na capital tem que ter reflexo no interior. Segundo ele, o grupo “vai andar de Cabedelo a Cajazeiras conversando com lideranças locais do PT, fortalecendo as instâncias partidárias e defendendo a ideia do protagonismo”. Concluiu dizendo que “agora é a vez do PT também em nível estadual”.

 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.