PT descarta candidatura própria e inicia discussão de alianças na Paraíba

O Partido dos Trabalhadores reuniu neste sábado (12) a executiva estadual para deliberar sobre a manutenção da candidatura própria ou aliança com partidos da base da presidenta Dilma Rousseff (PT) na disputa majoritária 2014 na Paraíba. Com centenas de votos a favor e apenas três contra, a legenda recuou da tese de candidatura própria ao Governo do Estado.

Após votação da militância, a maioria aprovou resolução para criação de comissão dentro da executiva estadual do partido, reunindo todas as forças que representam a legenda no estado, para então poder construir a aliança com partidos da base de sustentação do governo Dilma.

Segundo o presidente do PT paraibano, Charliton Machado, o partido iniciará conversas com as legendas, inclusive com o PMDB de Veneziano Vital. “Iremos conversar com todas as legendas da base, inclusive com o PMDB que é nosso aliado nacional e hoje se coloca com a candidatura de Veneziano Vital ao Governo da Paraíba.”, disse.

Já o dirigente e secretário estadual do partido, Almir Nóbrega, explica que o PT manterá o diálogo para composição da chapa, mas com o partido tendo a preferência e se colocando com candidatura ao Senado Federal. “Ficarão abertas as vagas de vice-governador, suplência no Senado, além da participação nas chapas proporcionais de deputado federal e estadual, para que possam ser trabalhadas com outros partidos”, disse Almir.

“A idéia é formarmos uma chapa forte para disputar o Governo da Paraíba e vencer as eleições”, concluiu o dirigente estadual.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.