PT da PB elogia Ricardo, sinaliza apoio a João, mas rejeita “golpistas”

O PT da Paraíba aprovou neste sábado, 14, no auditório do Sindicato dos Trabalhadores em Telecomunicações do Estado da Paraíba (Sintel) uma resolução política sobre a conjuntura e as eleições 2018 em uma reunião com a presença de dirigentes e dos parlamentares do partido (Frei Anastácio, Anísio Maia, Luiz Couto e Marcos Henriques).

O texto traz um reconhecimento amplo ao governador Ricardo Coutinho (PSB) por sua atuação em todo o processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT) e na defesa das esquerdas e da democracia, mas também tece críticas à administração socialista e, principalmente, repudia a inserção do que chama de “golpistas” na chapa do PSB, encabeçada por João Azevedo.

A postura do PT gera conflito com os socialistas já que o deputado federal Veneziano Vital do Rego, atualmente filiado ao PSB, vindo do MDB, votou a favor da derrubada de Dilma e a favor de alguns projetos considerados “conservadores” pelos petistas. Outro ponto de divergência é a possibilidade de inclusão do ex-senador Efraim Morais, dos Democratas, como o outro postulante ao Senado.

A resolução ainda destaca que a eleição de Luiz Inácio Lula da Silva é prioritária: “Não existe a menor hipótese de um plano B. A eleição sem Lula é uma fraude e sequência do golpe”, diz o documento, que salienta a necessidade de reeleição dos atuais detentores de mandato da sigla: “Devemos também priorizar a eleição de nossos representantes no Parlamento, como forma de reforçar a luta por nossos projetos e ideias na trincheira institucional. A luta parlamentar não deve ser um fim em si mesmo”.

Confira a íntegra da resolução:

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.