PSC encontra portas fechadas na Assembleia e muda encontro para a OAB

Uma confusão marcou o início do encontro estadual do PSC que estava programado para acontecer no auditório João Eudes da Assembleia Legislativa hoje de manhã. Os filiados encontraram a sede do legislativo paraibano de portas fechadas. Quando mantiveram contato com representantes da Assembleia, os partidários do PSC obtiveram a informação de que a Casa estaria fechada durante todo o dia para a realização de manutenção elétrica.

Em sinal de protesto à descortesia da Assembleia, os militantes do PSC, dentre os quais o presidente estadual do partido, Marcondes Gadelha, ensaiaram um protesto e pretenderam fazer o encontro em frente à sede do legislativo paraibano, onde queriam receber o presidente nacional da sigla, Everaldo Dias, e o senador Mão Santa (PI).

Com os ânimos mais apaziguados, eles foram demovidos da ideia e resolveram aceitar a oferta do presidente da OAB, Odon Bezerra, que cedeu o auditório da entidade para o evento.

"Nós explicamos o quanto o evento era importante, que tínhamos agendado com antecedência e que várias lideranças nacionais participariam do encontro, mas nada adiantou. O pessoal da Assembleia não cedeu um milímetro. Além de não nos avisar sobre essa manutenção, não nos permitiu usar o auditório de forma alguma", disse Soraya Mariz Dantas, secretária do deputado federal Marcondes Gadelha.

TAGS

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.