PSB Nacional nega intervenção na PB e lamenta que João não compareça a reunião

O presidente nacional do PSB emitiu uma nota na tarde de hoje para comentar a dissolução do diretório do partido, ocorrida na última sexta-feira, 16, e que foi tratada hoje pelo governador João Azevedo e seus aliados como uma “intervenção” na instância partidária paraibana. No documento, Siqueira atribui à maioria dos diretorianos o que chamou de “autodissolução”, termo com o qual o dirigente tenta se dissociar da responsabilidade de destituir Edvaldo Rosas da presidência da sigla.

A nota ainda afirma que Siqueira busca a “unidade partidária” e que se dispôs a conversar com os representantes das duas alas de girassois – João Azevedo e Ricardo Coutinho – para buscar um consenso.

“O convite formulado ao governador João Azevedo, em que pese a gravidade do quadro, ainda não mereceu, infelizmente uma resposta objetiva, no sentido de confirmá-lo ou de sugerir outra data para a realização do encontro, diz a nota do PSB Nacional.

De fato, João Azevedo já afirmou hoje que não irá ao encontro de Siqueira e acrescentou que tem compromissos diversos em Brasília amanhã. Além disso, também cumprirá agenda fora da Paraíba, na quarta e quinta-feira, quando estará em Teresina, capital do Piauí.

PSB Nacional nega intervenção na PB e lamenta que João não compareça a reunião

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.