PRP e PT do B sofrem intervenções na PB

Dois partidos sofreram intervenção, ontem, na Paraíba. O PRP e o PT do B passaram a ter novas direções, a partir de decisões de instâncias superiores.

No caso do PRP paraibano, o presidente nacional da legenda, Ovasco Rezende, disse que a troca de comando do partido na objetiva “oxigenar” a legenda com vistas às eleições de 2010, principalmente na eleição de pelo menos três deputados estaduais e um federal. Para governador, a legenda só vai definir quem apoiará no próximo ano.

Ovasco participou, em Mogeiro, no Agreste paraibano, da abertura da Festa da Colheita. Ele foi convidado pelo prefeito Antonio Ferreira (PRP). O empresário João Targino foi destituído da presidência estadual do PRP, sendo substituído por Maria da Luz, que comandava a sigla em Campina Grande.

Maria da Luz, por sua vez, disse que vai cumprir as recomendações da direção nacional do partido e sua missão é fortalecer as chapas para deputado estadual e federal e celebrar coligações com legendas do mesmo porte do PRP.

PT do B – A Executiva Nacional do PT do B também interveio na direção do partido na Paraíba. Com a justificativa de dar “um novo fôlego” à legenda e expandir os diretórios por todo o Estado, foi substituído Alex Azevedo pelo irmão do prefeito de Juazeirinho, Genival Matias. Conforme o novo presidente, o processo de intervenção aconteceu tranquilamente, após muitas conversas com o ex-presidente estadual que ainda continua na legenda.
 
Apesar de haver sinalizações de que o partido vai apoiar a candidatura do governador José Maranhão (PMDB) em 2010, o presidente disse que a decisão será tomada em conjunto com todos os filiados. “Não podemos decidir isso só. Só posso falar que não estamos com pressa para decidir já que o processo eleitoral acontece apenas no próximo ano”, disse.

Segundo Genival Matias, antes de assumir a presidência, o partido tinha uma ligação com o governo estadual, mas agora deverá passar por uma reestruturação. A legenda tem diretórios em apenas 13 municípios do Estado. Hoje, em Campina Grande, os componentes da Executiva Estadual vão se reunir para deliberar sobre assuntos internos.

O presidente disse também que o partido aguarda a filiação de dois deputados – um federal e um estadual. “Estamos com as conversas bem avançadas e esperamos receber esses políticos que vão fortalecer nossa legenda. Com isso faremos um replanejamento no nosso partido”, afirmou.

 

Jornal da Paraíba

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.