Protesto no desfile pede elucidação de homicídio em Queimadas

O desfile de 7 de setembro, na cidade de João Pessoa, teve a presença de um grupo que protestava por maior interferência da Secretaria de Segurança Pública do Estado na elucidação de homicídios. O grupo estava motivado, principalmente, na investigação de um assassinato ocorrido no município de Queimadas, em 29 de junho deste ano.
 
Segundo a advogada Laura Berquó, uma das que foi entrevistada por ocasião do inquérito policial, é preciso mais empenho para a busca pelos culpados, pois o crime envolve lideranças políticas da região.
 
Veja, a seguir, a nota da advogada na íntegra:
 
Queremos que o secretário de segurança, Cláudio Lima, mande investigar corretamente os homicídios na Paraíba! Aqui reivindicamos que sejam indiciados os mandantes e os pistoleiros que mataram Sebastian Ribeiro Coutinho (Júnior). 
O CEDHPB busca, juntamente com os familiares da vítima, respostas que não chegam da SSP-PB. No próprio inquérito policial, o genitor da vítima informa quem ameaçava Sebastian, porém, como se trata de grupo político, até agora nada. 
Sebastian foi morto covardemente com nove tiros em Queimadas, em 29.06.2014. 
Compareceram os conselheiros Marinho Mendes Machado e Laura Berquó, além de parentes da vítima. Na oportunidade, fomos entrevistados e filmados, inclusive pelo secretário de segurança que, acreditamos agora, se empenhará mais na elucidação de crimes que envolvam policiais militares (Rebecca) e em especial o de Sebastian Ribeiro Coutinho, porque envolvem lideranças políticas da região de Queimadas. 
Já fomos informados que o próprio secretário conversou com um fotógrafo de uma emissora de TV para não publicar os dizeres da camisa e as fotos. Os dizeres eram os seguintes: "Governador e Claudio Lima, mexam-se! Descubram os assassinos. CEDH/PB. Justiça Sebastian Ribeiro Coutinho".

Cordialmente,

Laura Berquó

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.