Promotores debatem saúde mental de crianças e adolescentes

Será  realizado, a partir de amanhã (19), o I Encontro Nacional entre o Ministério Público e o Ministério da Saúde. O evento que acontece até terça-feira (20) vai reunir, na sede do MPPB, promotores de Justiça de todo o país, representantes do Ministério da Saúde, secretarias municipais e estaduais de Educação e Saúde para discutir o tema “Saúde Mental de Crianças e Adolescentes na Contemporaneidade: Desafios e Proposições”. A abertura do encontro será nesta segunda-feira, às 8h, no auditório Edigardo Ferreira Soares, na Capital.

De acordo com a promotora da Infância e Juventude da Capital, Soraya Escorel, que coordena o evento, a saúde mental de crianças e adolescentes tem sido foco de discussão e expressa uma preocupação de promotores que atuam na Infância e Juventude, Saúde e Educação.

“Realizaremos este encontro na tentativa de construir alternativas capazes de beneficiar inúmeras crianças e adolescentes brasileiros que necessitam de um atendimento para a dependência química. Esperamos contribuir para renovar forças e continuar na luta pela transformação da realidade de crianças e adolescentes dependentes químicos no Brasil, tentando contemplar a diversidade nacional e cultural, respeitando a especificidade da demanda regional”, declarou a promotora Soraya Escorel.

Na programação de amanhã, haverá, às 10h30, um painel sobre “Educação e Saúde: Um diálogo necessário”, ministrado pelo secretário executivo do Ministério da Educação, Francisco Chagas. À tarde, a partir das 14h, será realizado o painel sobre “A Política de Saúde Mental para Crianças e Adolescentes e o Plano Emergencial de Ampliação do Acesso ao tratamento e prevenção em Álcool e outras drogas”, com o coordenador de Saúde Mental, Álcool e outras Drogas do Ministério da Saúde, Pedro Gabriel Delgado.

Na terça-feira, na parte da manhã, serão formados grupos com os participantes do encontro para sistematização de proposições e encaminhamentos. Logo após os debates, as proposições serão apresentadas ao público. “Convidamos todos e todas que levam a cabo os interesses de crianças e adolescentes para participar deste evento que suscita, principalmente, diálogo, proposições e encaminhamentos que possam contribuir para que a dignidade de crianças e adolescentes seja, efetivamente, prioridade absoluta”, concluiu a promotora.

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.