Notícias de João Pessoa, paraíba, Brasil

Promotor pede força-tarefa para Cabedelo

Facebook
Twitter
WhatsApp
Telegram

O promotor Valério Bronzeado solicitou ao procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, a designação de uma força-tarefa para investigar supostas irregularidades cometidas pelo prefeito de Cabedelo, José Régis. Conforme o promotor, várias denúncias de má gestão e de improbidade com relação à compra de materiais foram registradas neste ano.

Valério Bronzeado informou que se reuniu com o procurador-geral de Justiça na última quinta-feira, dia 4. “Falei com ele e ele disse que ia formar uma comissão e atender o pedido”, informou. “O objetivo é fazer um mutirão com imparcialidade e isenção para agilizar a apuração das inúmeras denúncias que, de forma atípica, têm chegado à Promotoria de Cabedelo”, salientou o promotor.

Segundo o promotor, após a Operação Transparência, realizada no final do ano passado, foram instaurados 32 inquéritos civis para apurar a participação de empresas fictícias em licitações. Além disso, no mês passado, o Tribunal de Contas do Estado (TCE) teria apontado várias irregularidades nas contas apresentadas por José Régis referentes ao exercício de 2008.

“O TCE mandou o prefeito devolver R$ 603.454,86 através do Acórdão APL TC n.º 120/210 no processo n.º 010/2010 onde são apontados vários atos de improbidade, como superfaturamentos, desvios e dispensa indevida de licitações e outros”, salientou.

O prefeito de Cabedelo rebateu as acusações e disse que não entende o motivo pelo qual o promotor estaria querendo a formação de uma força-tarefa. Segundo ele, o Tribunal de Contas teria rejeitado apenas alguns pontos da defesa apresentada por ele.

“O tribunal ainda não nos encaminhou a decisão. Fiquei sabendo que alguns pontos da defesa tinham sido negados através da imprensa. Assim que fomos comunicados da decisão, vamos entrar na Justiça e provar que estamos corretos”, disse. “Não sei por que o promotor quer provocar uma força-tarefa em Cabedelo, será que foi somente Cabedelo que teve reprovação de contas? Não entendo esta comoção e vamos provar na Justiça que estamos corretos”, completou.

A reportagem do JORNAL DA PARAÍBA tentou entrar em contato com o procurador-geral de Justiça, Oswaldo Trigueiro do Valle Filho, mas não obteve retorno.
 

Jornal da Paraíba
 

Tags

Leia tudo sobre o tema e siga

MAIS LIDAS

Arthur Urso leva “esposas” para passear sem roupa íntima na orla de João Pessoa

Professores da UFPB desistem de candidatura e apoiam Terezinha e Mônica

Anteriores

dinheiro-ab

INSS começa a pagar primeira parcela do 13º na quarta-feira; veja calendário

Pai que matou o filho é preso

Polícia prende homem que matou o filho ao tentar defender a mãe de agressões

Jucélio Dantas é acusado de assassinar kaliane Medeiros

‘Caso Kaliane’: Acusado será julgado hoje pela morte da ex-companheira

Raios em JP

Paraíba tem aumento de mais de 40% na quantidade de raios no primeiro trimestre de 2024

Polícia Civil, homicídios 1

Pai que matou filho ao defender a mãe continua foragido

Sérgio Queiroz 2 22

Queiroz aceita ser vice de Queiroga: “Quem quiser ser grande, seja servo “

Arlenilson Pereira

Suspeito de 4 assassinatos e outros crimes, homicida mais procurado em Campina é preso em SC

CMJP 30

Câmara terá semana com entrega de títulos e debate sobre empreendedorismo feminino

São João de Campina Grande

Empreender PB abre vagas para comerciantes que irão atuar nos festejos juninos de Campina Grande

Acidente na Epitácio Pessoa

Motociclista morre em acidente na Avenida Epitácio Pessoa