Projeto de Leonardo inclui API nas discussões sobre a Paraíba

Um projeto do deputado estadual Leonardo Gadelha (PSB) resgata o papel da Associação Paraibana de Imprensa como fórum de discussões e decisões acerca dos principais temas de interesse da população. O parlamentar incluiu a API entre as entidades que deverão participar de uma audiência pública destinada a uma sabatina entre a sociedade civil com os deputados estaduais paraibanos na primeira sessão após cada período de recesso legislativo.

O Projeto de Resolução, que está tramitando nas comissões permanentes da Assembléia Legislativa, objetiva, conforme o deputado, aproximar a sociedade civil do parlamento estadual, proporcionando a população participe mais ativamente da vida política do estado.

Neste contexto, segundo ele, a Associação Paraibana se insere por ser uma a entidade representativa dos profissionais que integram a mídia paraibana, sejam eles jornalistas, radialistas, articulistas e até mesmo intelectuais de outros seguimentos, mas também comprometidos, direta ou indiretamente, com a formação da opinião pública.

– A imprensa, de uma forma geral, tem um papel de grande relevância na sociedade, a ponto de ser considerada o quarto poder. Portanto, a participação da API neste processo, para nós é de fundamental importância, pelo papel que a entidade pode desempenhar e, sobretudo, pela sua credibilidade no contexto político-social, não só do estado, como de todo o país, ao longo de sua história política – argumentou o deputado.

O Projeto de Resolução de Leonardo Gadelha (PSB) transforma a primeira sessão de volta dos recessos de janeiro e de junho em uma Audiência Pública para que a sociedade sabatine os deputados paraibanos. “Teremos a participação de 25 pessoas para fazer questionamentos aos 36 parlamentares. Não haverá direcionamento de perguntas nem restrição de temas”, adianta parlamentar.

Leonardo explica que a mesa dos trabalhos será formada um grupo com representantes de entidades da sociedade civil, a exemplo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e da Associação Paraibana de Imprensa (API), que indicarão cinco representantes. “As outras 20 pessoas representarão o povo da Paraíba e o critério de escolha será previamente estabelecido”, observou.
 

Comentários

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.